sexta-feira, 13 de junho de 2014

Autoridades avaliam padrão do Ciretran em Ribeirão Bonito

Em novo endereço, a unidade deve adotar o atendimento Poupatempo 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Marcel Rofeal/BMR
Com a mudança no padrão de atendimento do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo, até 2017 o município deverá assumir a manutenção da Circunscrição Regional de Trânsito. Preocupada com as alterações e visando oferecer o melhor serviço à comunidade, a Prefeitura de Ribeirão Bonito convidou vereadores para uma reunião com representantes do Detran na noite desta quarta-feira (11) no Plenário Vereador Emygdio Lucato, na Câmara. Três vereadores participaram.

Em Ribeirão Bonito, onde a 195ª Ciretran funciona na Delegacia de Polícia, haverá a necessidade de transferência de sede. O local deve possuir uma área com cerca de 200m², padrão para municípios do porte de Ribeirão Bonito, e acessibilidade. Três prédios foram apresentados pela Prefeitura, mas apenas um deles, que abrigou a agência do Banco Banespa no Centro, atendeu aos requisitos, de acordo com o superintendente regional da Área Central do Detran, Eduardo Giannetti.

Segundo Giannetti, o Governo do Estado deve investir cerca de R$ 200 mil na adequação do prédio escolhido para adaptá-lo ao padrão de atendimento Poupatempo, no entanto, o local deve abrigar os serviços por pelo menos cinco anos. A Prefeitura, no início, cederia de dois a quatro estagiários e administraria a unidade. O prefeito Wilson Forte Júnior (PMDB) vê a possibilidade aproveitar o espaço para a implantação de outros serviços do Estado, como o programa Acessa São Paulo.

A palestra contou com a presença do prefeito Nenê Forte, do assessor do Executivo José Carlos dos Santos e de três vereadores, entre eles o presidente da Câmara Dimas Tadeu Lima (PT) que entendeu a necessidade e se dispôs a ajudar no diálogo junto ao proprietário do imóvel para que este ceda o espaço. Antes de firmar uma parceria com o Governo Estadual, a Prefeitura ainda deve encaminhar ao Legislativo um projeto que, caso aprovado, permite a assinatura do convênio.

Nenhum comentário: