quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Vítimas de acidente na SP-215 seguem em recuperação

Apenas dois sobreviventes permanecem hospitalizados em São Carlos 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Valdir Penteado/Comando VP
O jovem de 25 anos que acompanhava o músico Richard Luís Artali no acidente que o matou na noite da última segunda-feira (22) deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de São Carlos no início da tarde desta quarta-feira (24). Ele estava na garupa da moto, conduzida por Artali. Dos ocupantes do automóvel que se envolveu no acidente, apenas o motorista segue hospitalizado; dois passageiros já foram liberados e se recuperam do susto em casa.

De acordo com a Polícia Rodoviária, o músico ribeirão-bonitense conduzia a motocicleta Honda CG 150 pela Rodovia Luís Augusto de Oliveira, a SP-215, quando foi surpreendido no KM 188, por volta das 20h30, por um impacto traseiro. A moto foi atingida por um automóvel Volkswagen Bora, placas de Dourado, que também trafegava no sentido Ribeirão Bonito. Com o choque, o carro bateu em um barranco, capotou e pegou fogo logo após o atendimento a todas as vítimas do acidente.

Richard Artali, conhecido por Gugu, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O seu passageiro sofreu politraumatismo e foi encaminhado à UTI da Santa Casa de Misericórdia de São Carlos. O motorista do automóvel, de 25 anos, também foi encaminhado à Santa Casa de São Carlos, onde se recupera de uma cirurgia no fêmur. Outras duas pessoas estavam no veículo; um jovem de 23 anos sofreu apenas arranhões e outro não teve qualquer ferimento. 

Nesta terça-feira (23), Ribeirão Bonito parou para o funeral do músico, sepultado no meio da tarde. O corpo foi velado no Velório Municipal durante toda a manhã e atraiu centenas de pessoas. Por volta das 14h, o corpo seguiu para a Igreja Matriz, que ficou lotada. Amigos, familiares e uma legião de admiradores do artista prestaram homenagens a ele. Os companheiros da banda Boka Ceka transportaram o caixão e cantaram músicas de seu repertório durante o sepultamento.

Nenhum comentário: