Acusado de envolvimento em latrocínio contra taxista de Ribeirão Bonito tem pena elevada pelo Tribunal de Justiça

Douglas Aparecido Antunes havia sido condenado a 25 anos em julho 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Arquivo/BMR
O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo manteve a condenação de primeira instância ao jovem Douglas Aparecido Antunes, de 23 anos, acusado de envolvimento no latrocínio que vitimou o taxista José Claudio de Bodas, de 59 anos, em março do ano passado em Ribeirão Bonito. Em sentença da última terça-feira (24), a 16ª Câmara de Direito Criminal negou provimento ao recurso da defesa do jovem e aumentou a pena para 33 anos de reclusão em regime fechado.

Em primeira instância, no dia 15 de julho do ano passado, o juiz Claudio do Prado Amaral, da 2ª Vara Criminal da Comarca de São Carlos, condenou Antunes a 25 anos de prisão em regime fechado e 80 dias-multa. O magistrado, no entanto, absolve o acusado de corromper ou facilitar a corrupção de menor, o que foi reformado pelos desembargadores do Tribunal de Justiça Guilherme de Souza Nucci, Osni Pereira e Borges Pereira, que decidiram condená-lo também por isso.

Por essa razão, implicado aos artigos 157 do Código Penal -- roubo seguido de morte -- e 244-B do Estatuto da Criança e do Adolescente -- corrupção de menores --, a pena aplicada a Douglas Antunes foi elevada em um terço, observando a participação de dois adolescentes no crime, “tornando as reprimendas definitivas em 33 anos e quatro meses de reclusão e 106 dias-multa”, segue sentença do relator Guilherme Nucci. “O regime fechado deve ser mantido”, confirma.

Crime – O latrocínio aconteceu no dia 13 de março de 2014. O taxista estava no ponto quando foi abordado por um dos envolvidos, menor de idade, e seguiu ao Terminal Rodoviário, onde apanhou mais dois jovens, um deles era Douglas. A caminho de São Carlos, Bodas foi rendido e, em uma estrada rural, foi atirado vivo de uma ponte com mãos e pernas amarrados. Os dois menores foram apreendidos logo depois. Douglas só foi capturado 24 horas após o crime.
Acusado de envolvimento em latrocínio contra taxista de Ribeirão Bonito tem pena elevada pelo Tribunal de Justiça Acusado de envolvimento em latrocínio contra taxista de Ribeirão Bonito tem pena elevada pelo Tribunal de Justiça Reviewed by Marcel Rofeal on 01:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.