segunda-feira, 2 de novembro de 2015

No Dia de Finados, moradores saem indignados com situação de abandono no Cemitério de Ribeirão Bonito

Lixo, entulhos e até um caixão foram descartados de qualquer maneira 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Marcel Rofeal/BMR
Milhares de pessoas passaram pelos cemitérios de Ribeirão Bonito e Guarapiranga nesta segunda-feira (2), feriado nacional pelo Dia de Finados. Na cidade, o movimento foi intenso durante todo o dia e nem o mau tempo afastou os moradores, que também participaram de duas celebrações religiosas. Além da saudade, um sentimento de revolta também tomou conta de grande parte dos moradores ao notarem cenas de descaso e desrespeito para com os mortos.

Ao chegar ao Cemitério de Ribeirão Bonito, após passarem por vendedores de velas, flores e outros artigos, os moradores já se depararam com a primeira situação que gerou indignação. O acúmulo de lixo logo na entrada e nas vias principais de circulação dos visitantes impressionou. Em sua maioria, flores e objetos de adorno que foram deixados sobre os túmulos, mas retirados por algum motivo nesta segunda. A sujeira pelo chão agravou a impressão de abandono do local.

Se não bastasse, quem passou pela parte baixa do cemitério se surpreendeu ainda mais. Paralelo ao muro construído recentemente, entre o cemitério e uma propriedade rural, galhos de árvores e até um caixão parcialmente destruído foram descartados irregularmente. Segundo moradores que passaram quase todo o dia pelo local, até mesmo animais mortos foram encontrados mais cedo e o mau cheiro provocado pela quantidade de lixo em frente ao cemitério era insuportável.

Recentemente, moradores já haviam se revoltado com outras situações de descaso no Cemitério de Ribeirão Bonito. Túmulos mal conservados – em alguns, era possível observar os restos mortais ali depositados –, vasos com água acumulada, muros destruídos, entre outros, foram apontados. Após reportagem veiculada por uma emissora de TV, a Prefeitura reconstruiu parte dos muros, mas apenas isso. Para o Dia de Finados, nem a chamada “maquiagem” foi feita no local.

Um comentário:

Indignada disse...

Realmente a situação é revoltante. Quanto descaso podemos notar. O acúmulo de lixo, a sujeira espalhada. Enquanto o funcionário que creio eu que deveria estar organizando passa o dia fazendo serviços particulares. Gostaria de saber quais são suas atribuições.