sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Professores de Ribeirão Bonito iniciam planejamento do ano

Município implantou um novo sistema de ensino depois de uma década 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Arquivo/BMR
O ano letivo na rede pública municipal terá início na próxima quinta-feira (4) em Ribeirão Bonito, mas os profissionais da Educação retomaram as atividades nesta semana. Professores, coordenadores e diretores de escola já estão planejando a volta às aulas em uma semana de atribuições e orientações. Após cerca de 10 anos, o Departamento de Educação implantou um novo sistema de ensino, desenvolvido pela Editora Positivo, a maior corporação educacional do país.

Desenvolvido para atender as escolas da rede pública de ensino básico, por meio da gestão das secretarias de Educação, o Sistema Aprende Brasil está presente em 2,8 mil escolas públicas de mais de 230 cidades do país, contemplando em torno de 510 mil alunos. Aos municípios conveniados, o sistema oferece uma coordenação pedagógica regional que auxilia os gestores educacionais no processo de implementação, oferecendo atendimento específico e orientação.

A princípio, serão atendidos os alunos da Educação Infantil, a partir dos três anos, e os estudantes do Ensino Fundamental I e II. Já os professores contarão com orientações sobre o material didático que será usado e o uso das ferramentas e conteúdos disponibilizados pela internet, além de toda uma assessoria pedagógica e acompanhamento permanente que serão oferecidos ao longo do ano. Até o ano passado, a rede municipal de ensino usava o sistema Objetivo de apostilas.

Para o Departamento de Educação de Ribeirão Bonito, a expectativa é de que o novo sistema fortaleça o ensino no município. “Esperamos que os resultados sejam positivos tanto para a aprendizagem dos alunos, quanto para o trabalho do professor em sala de aula”, afirma a assessora educacional da pasta, Valdirene Lumini Caron. “A escolha do material foi feita em conjunto com os profissionais da área de Educação, com base nas suas necessidades”, explicou.

Nenhum comentário: