quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Moradores apontam problemas no transporte intermunicipal

Reclamações voltam a se tornar frequentes por meio das redes sociais 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Fotos: Reprodução/Facebook
Sem opções de lazer e sem empregos na cidade, muitos moradores são obrigados a deixar Ribeirão Bonito diariamente rumo a cidades vizinhas, como Araraquara e São Carlos, para passear com seus amigos e familiares em dias de folga ou para garantir seu salário. A opção de locomoção para muitas dessas pessoas é o transporte coletivo por meio de duas empresas em linhas alternativas para as duas cidades. O problema é que as condições de viagem não são muito boas.

Pelas redes sociais, usuários das duas companhias que oferecem transporte de Ribeirão Bonito às duas maiores cidades da região diariamente apresentam, com frequência, queixas sobre a qualidade do serviço. Recentemente, moradores compartilharam imagens que registram o momento em que ônibus de uma das companhias quebrou no percurso e os usuários tiveram de aguardar por horas até o envio de outra viatura. Já no outro trajeto, as queixas são um pouco diferentes.

Quando os veículos não apresentam problemas mecânicos e param no caminho, as reclamações são com base no excesso de passageiros. Em alguns horários considerados de maior procura, devido à superlotação do ônibus, as pessoas acabam “espremidas” no interior do veículo e viajam totalmente desconfortáveis. As queixas não são recentes e já foram levadas ao conhecimento das empresas; uma delas chegou a ampliar as linhas para Ribeirão Bonito, mas não adiantou.

Em requerimento apresentado na última ordinária da Câmara de Ribeirão Bonito, a primeira do ano realizada na segunda-feira (1), o vereador Regivaldo Rodrigues da Silva (PSDB) abordou o tema. O parlamentar pediu informações à Viação Paraty, que opera o trecho entre Ribeirão Bonito, passando por Guarapiranga, e Araraquara. Há poucos meses, o vereador Manoelito da Silva Gomes (DEM) pediu informações à Reunidas, que opera o trecho entre o município e São Carlos.

Nenhum comentário: