DIG esclarece assassinato de professor cujo corpo foi encontrado carbonizado dentro de carro na SP-215

Vítima foi morta pela própria mulher e pela enteada, filha dela, no dia 18 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Arquivo/Comando VP
A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de São Carlos anunciou na noite da última terça-feira (31) que foi esclarecido o assassinato do professor universitário Milton Saidi Sonoda, de 39 anos, que foi encontrado carbonizado em um automóvel incendiado às margens da Rodovia Luiz Augusto de Oliveira, a SP-215, no último dia 18 de maio. Segundo a Polícia Civil, Sonoda foi assassinado a facadas pela própria esposa e pela filha dela, sua enteada, que é menor de idade.

De acordo com o delegado Gilberto de Aquino, que conduz as investigações, a mulher da vítima, uma advogada de 36 anos, e a filha dela, uma adolescente de 17 anos, confessaram a autoria do crime. O motivo do crime, segundo a polícia, seria o fato de mãe e filha estarem revoltadas com o investimento do professor na reforma de um imóvel em Uberaba (MG), para onde a vítima pretendia se mudar com a família. As duas temiam que a reforma consumisse todo o dinheiro da família.

Em depoimento à polícia, a esposa do professor afirmou que o marido sofria de cirrose e disse que ela e a filha planejavam a morte dele há algum tempo por envenenamento, com o uso de produtos que agravassem a doença. As duas, porém, decidiram antecipar a morte do professor na manhã do último dia 18, quando o filho do casal, uma criança de cinco anos, foi dopada e a vítima foi morta com três golpes no abdômen. A intenção era deixar o corpo em uma cova próxima à rodovia.

Segundo as acusadas, o corpo da vítima foi colocado no banco traseiro do automóvel e levado até o local onde seria enterrado, mas havia muito sangue no interior do veículo, o que as fez mudar de ideia e atear fogo ao veículo com a vítima dentro. A mulher da vítima teve a prisão preventiva decretada e foi encaminhada à Cadeia Pública de Ribeirão Bonito. Já a filha dela, por ser menor de idade, também foi recolhida, mas para uma unidade da Fundação Casa em Cerqueira Cesar.
DIG esclarece assassinato de professor cujo corpo foi encontrado carbonizado dentro de carro na SP-215 DIG esclarece assassinato de professor cujo corpo foi encontrado carbonizado dentro de carro na SP-215 Reviewed by Marcel Rofeal on 22:30 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.