quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Eleições 2016 | Dez candidatos são impugnados pela Justiça

Outros quatro candidatos a vereador e um a prefeito aguardam decisão 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Reprodução/BMR
Dez candidatos a vereador de Ribeirão Bonito tiveram seus registros impugnados pela Justiça Eleitoral da Comarca, segundo informa nesta quinta-feira (15) o portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entre eles estão candidatos indicados por quatro partidos que, na eleição majoritária, integram a coligação “Amor por Ribeirão e Guarapiranga”. Outros quatro candidatos a vereador e o candidato a prefeito Paulo Antonio Gobato Veiga (PTB) ainda estão à espera do julgamento.

Na lista de impugnados estão o vereador Dimas Tadeu Lima e o ex-vereador José Eraldo Chiavoloni, ambos do DEM. Além deles, outros dois nomes da coligação “Coragem para Mudar” integram a lista: Claiton Aparecido Landin Miguel (PSDB), o Cabelo; e Sebastiana Aparecida Rodrigues Pereira (DEM), a Tita. Já Ana Lúcia Moreira (PTN), a Ana do Cachorro Quente, Ely Rodrigues Leal (PSB) e Suely da Silva Souza (PSB), a Suely do Carrapicho, são da coligação “Trabalho e Respeito”.

Os cinco partidos que integram as duas coligações nas eleições proporcionais – PSDB, DEM, PDT, PSB e PTN – estão unidos na eleição majoritária, em uma coligação denominada “Amor por Ribeirão e Guarapiranga”, que tem Francisco José Campaner (PSDB), o Chiquinho, como candidato a prefeito. A candidatura de Campaner, bem como os registros de Fábio Rohrer Zeraik (PSD) e de Rogério Martins dos Santos (SD), o Nino, com seus candidatos a vice foram deferidos pela Justiça.

Também na lista de candidatos impugnados estão Marilene de Souza Farias (PTB) e Antônio Presses (PRB), o Neno. Os dois partidos estão unidos na eleição majoritária, junto ao PPS, na coligação “Juntos somos Mais”, que tem Paulo Antonio Gobato Veiga (PTB) como candidato a prefeito. Os registros das candidaturas de Veiga e do vice, Luiz Marcelino dos Santos Pallone (PTB), esperam decisão. Outro candidato indeferido é Jonas Rafael Brameli, do Solidariedade.

Nenhum comentário: