sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Empresário é expulso por eleitores em comício no Centro

Ele interrompeu um discurso sobre geração de empregos no município 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Marcel Rofeal/BMR
Durante comício na Praça da Matriz, na noite desta quinta-feira (29), um empresário de Ribeirão Bonito foi expulso por eleitores sob vaias após interromper o discurso do candidato a prefeito Francisco José Campaner (PSDB). O político comentava a necessidade de gerar empregos e citou uma promessa feita durante a campanha eleitoral de 2004 à Prefeitura, sobre a instalação de uma indústria de zíperes no município, quando foi interrompido pela manifestação.

Segundo o empresário José Rubens Gayoso, conhecido popularmente por Tuepa, o candidato deveria parar de abordar esse assunto e esclarecer as razões que o levaram a instalar sua empresa na cidade de Boa Esperança do Sul e não em Ribeirão Bonito. Durante sua manifestação, Gayoso ainda afirmou que, na ocasião, ele não fez promessa alguma de trazer sua empresa para o município. O empresário ainda rebatia a fala do candidato quando foi vaiado pelos populares.

Após ouvir a fala de Tuepa, Chiquinho Campaner esclareceu que, de fato, não foi o empresário quem fez a promessa publicamente, durante um comício no Jardim Centenário, mas o questionou por ele ter se sentido ofendido. “Rubens, se você se manifestou, é porque tem culpa no cartório”, disse o candidato. Enquanto o empresário era retirado do local por amigos, Campaner prosseguiu o esclarecimento e disse que não instalou sua empresa na cidade porque foi impedido pela Prefeitura.

“Eu fiz o pedido para me instalar aqui, à época ao prefeito Paulo Antonio Gobato Veiga, e foi rejeitado”, disse Chiquinho. Imediatamente, ainda durante o embate entre o candidato e o empresário, a equipe de campanha distribuiu entre os populares cerca de 150 cópias dos documentos anexos ao processo, desde o pedido à Prefeitura, em meados de 2009, até a rejeição. Para o candidato, a reação do empresário reflete o nível de “desespero” de candidatos adversários.

Um comentário:

Cesar Gavioli disse...

Levantar questões para esclarecimento geral é importante. Porém, temos que levar em cota como se fazer este levantamento, tem coisa que é só pra chamar atenção, não sei se é o caso. Mas pra esse tipo de coisa é preciso calma, argumento e provas substanciais para que tudo fique resolvido e não traga mais perturbação. Parece que depois do ocorrido o candidato explicou com documentos. Assim fica mais palpável.