segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Chiquinho Campaner e Nenê Forte se reúnem nesta terça

Prefeito eleito e prefeito em exercício iniciarão a transição do governo 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Marcel Rofeal/BMR
O prefeito eleito de Ribeirão Bonito Francisco José Campaner (PSDB) e o prefeito atual Wilson Forte Júnior (PMDB) se reúnem pela primeira vez na tarde desta terça-feira (11) na Prefeitura para discutir a falta de recursos da administração. Será o primeiro contato entre Chiquinho Campaner e Nenê Forte desde as eleições do último dia 2 de outubro. Na oportunidade, Campaner indicará os nomes da equipe que fará a transição de governo a partir do próximo dia 17.

Em entrevista à Rádio BJ FM no último dia 3, Chiquinho falou sobre a formação da equipe e salientou a necessidade de contato com o prefeito Nenê para a transição em comum acordo. Segundo o prefeito eleito, não houve promessas de cargos durante a campanha. “Ninguém tem condição de bater à porta da minha casa e falar ‘Chico, você vai cumprir aquilo que você prometeu a mim’. Não assumi compromisso com ninguém, não prometi cargo a ninguém”, disse.

Campaner ainda ressaltou que as pastas administrativas não serão centralizadas, mas que os recursos serão geridos por comissões. “Nós vamos criar as comissões para gerir cada órgão, sem ter ali dentro uma figura centralizadora. Vamos aplicar na Educação a princípio, depois vai ser na própria Saúde, nos Esportes, esse foi o meu compromisso”. Segundo ele, “nós vamos criar as comissões e fazer funcionar” e sem apadrinhados como forma de “pagamento de favor político”.

Segundo ele, a própria população irá resgatar o município e cada um terá uma missão na administração. Ele afirmou que tem acompanhado a arrecadação e as despesas do Município, mas disse que seria “indelicado” buscar informações detalhadas durante o período eleitoral. Chiquinho reafirmou que o dia a dia da administração será conhecido no período de transição e que a prioridade de seu mandato será adequar receita e despesa para evitar um rombo nas contas.

2 comentários:

Cesar Gavioli disse...

Sim. Palavras lúcidas ditas pelo futuro prefeito. Cumprir o que foi apresentado em campanha, direcionar recursos de forma clara e firme, não colocar peso em costas frágeis de uma única pessoa... tudo isso são meios mais eficazes para gerir com competência um município. Finalizando com a fala de que o povo terá participação neste crescimento estrutural de R. Bonito. Tenhamos fé e oremos pelo prefeito, vamos ajudar neste projeto que já demonstra um raio de luz.

Everton Ricardo Volpin disse...

Boa sorte ao prefeito eleito.