quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Orçamento para 2017 prevê aumento de 15% na arrecadação

Audiência pública na Câmara reuniu quatro vereadores reeleito e eleitos 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Arquivo/BMR
A Câmara de Ribeirão Bonito iniciou na manhã desta terça-feira (18) o ciclo de audiências públicas que tem por objetivo a discussão do projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) enviado pelo Executivo para o exercício financeiro de 2017. Em época de dificuldades financeiras, onde a Prefeitura justifica a falta de investimentos devido à queda na arrecadação, o Município estima um crescimento na arrecadação em torno de 15%, prevendo cerca de R$ 37 milhões em receitas.

O encontro foi realizado no Plenário “Vereador Emygdio Lucato” do Legislativo e contou com a presença do diretor geral da Casa Carlos Alberto Mascaro, do vereador reeleito Regivaldo Rodrigues da Silva (PSDB) e dos vereadores eleitos Armando Luís Lombardo Simões (PTN), Leandro Donizete Mascaro (DEM), o Galego, e Valdinei de Oliveira (DEM), o Tuca. Segundo os novos parlamentares, os números causaram certa confusão e ninguém soube explicar de onde surgiu essa previsão.

De acordo com os vereadores reeleito e eleitos, ninguém do Executivo participou da reunião. Segundo eles, ao questionarem de onde viriam cerca de R$ 5 milhões a mais de receitas, nem mesmo o diretor da Câmara soube responder. A próxima audiência pública está prevista para a noite de segunda-feira (24), a partir das 20h, no Plenário do Legislativo. Segundo vereadores, a presença do contador da Prefeitura deve ser requisitada para dar maiores informações sobre os valores.

Nenhum comentário: