segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Bateria de Escola de Samba se prepara para o Carnaval 2017

Agremiação “Unidos de Ribeirão Bonito” propõe festa popular voluntária 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Marcel Rofeal/BMR
Faltando pouco mais de um mês para o Carnaval 2017, tiveram início na noite da última terça-feira (24) os ensaios da bateria da Escola de Samba “Unidos de Ribeirão Bonito”. Até o momento, em torno de 15 ritmistas fazem parte da equipe voluntariamente. Segundo a coordenação da agremiação, os desfiles deste ano devem acontecer nas noites de domingo e terça-feira, dias 26 e 28 de fevereiro, em Ribeirão Bonito, e de segunda-feira (27) no distrito de Guarapiranga.

Com apoio e incentivo da Prefeitura, que deve fornecer as fantasias e recuperar os instrumentos para a bateria, a agremiação tem se reunido diariamente, de segunda a sexta-feira, entre 19h e 22h, à Rua Sete de Setembro, no Centro da cidade. Um dos coordenadores do grupo, Elvandes Luiz Américo de Souza, anunciou o enredo deste ano “Esplendor, encanto e magia. Sinta o Sol”, um tributo ao músico Richard Luiz Artali, morto aos 29 anos em um acidente em setembro de 2014.

Segundo Souza, coautor do samba-enredo junto à Penha Magalhães, a proposta é resgatar a tradição de festejar o carnaval de rua em Ribeirão Bonito, inclusive com a reunião de blocos carnavalescos para o cordão. “Este ano, aceitei como voluntário auxiliar no acontecimento do Carnaval em Ribeirão Bonito e através da nossa RPR homenagear e levar para a avenida a Escola Unidos de Ribeirão”, afirmou. Ele, que mora no Rio de Janeiro, chegou a Ribeirão Bonito no início do mês.

Através de publicações em uma rede social, Elvandes incentiva a colaboração de toda população para o resgate do evento em Ribeirão Bonito e convida as pessoas para reforçarem o grupo de ritmistas e de passistas. “Esperamos o comparecimento e a participação de mais batuqueiros para a realização de ensaios andando e a adaptação do carro de som para o samba de enredo”, disse. “Estamos realizando um carnaval popular e voluntário e precisamos do auxílio de todos”, concluiu.

Nenhum comentário: