quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Chiquinho Campaner assume a Prefeitura e pede união para “uma grande transformação” em Ribeirão Bonito

Vice-prefeito e vereadores também foram empossados em solenidade na tarde de domingo (1) no Ginásio de Esportes “Dr. José Blota Júnior” 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Fotos: Leo Passareli/BMR
Pontualmente às 16h34 do último domingo (1), Francisco José Campaner (PSDB) deixou a condição de prefeito eleito e tornou-se o 40° prefeito do Município de Ribeirão Bonito. A Sessão Solene de posse do novo chefe do Executivo e de instalação da 17ª legislatura da Câmara Municipal reuniu dezenas de pessoas, entre eleitores, familiares e amigos dos empossados, além de autoridades locais e de prefeitos de outras duas cidades que integram a Comarca de Ribeirão Bonito.

Chiquinho Campaner chegou ao Ginásio de Esportes “Dr. José Blota Júnior” com 15 minutos de atraso e foi recebido com carinho pelos moradores presentes. A cerimônia, presidida pelo vereador reeleito Regivaldo Rodrigues da Silva (PSDB), o mais votado no pleito de outubro, começou logo em seguida. Vereadores, vice-prefeito e prefeito eleitos se comprometeram a exercer o mandato com dedicação e lealdade, e a defender os interesses do Município e o bem geral da população.

Declarado empossado, Campaner recebeu as chaves da Prefeitura de Ribeirão Bonito das mãos do antecessor, agora ex-prefeito Wilson Forte Júnior (PMDB), no ato simbólico de transmissão do cargo. Com a posse das novas autoridades políticas, o Legislativo deu início ao rito de eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal para o biênio 2017-2018. Por seis votos a três, o vereador reeleito Dimas Tadeu Lima (DEM) foi eleito presidente da Casa, cargo que ocupou de 2013 a 2014.

Já sob a presidência de Dimas, a sessão ainda contou com a formação das comissões permanentes da Casa para o biênio. Antes de encerrar a solenidade, a palavra foi aberta a parlamentares, ao vice-prefeito Luiz Arnaldo de Oliveira Lucato (DEM) e ao novo prefeito. Quatro vereadores se pronunciaram: José Eraldo Chiavoloni (DEM), Leandro Donizette Mascaro (DEM), o Galego, Manoelito da Silva Gomes (PTB), o Manezinho, e Valdinei de Oliveira (DEM), o Tuca.

Na tribuna, o vice-prefeito Nanado Lucato agradeceu aos eleitores pela confiança e garantiu que a nova administração deve se esforçar ao máximo para atender às expectativas da população, cumprir e suprir as necessidades da cidade. Já o prefeito Chiquinho Campaner se emocionou ao agradecer a Deus por ter a oportunidade de governar Ribeirão Bonito e também por restabelecer sua saúde. Agradeceu ainda aos eleitores pela confiança, ao grupo que o apoiou e aos colaboradores.

Ao se dirigir à população, quebrou o protocolo e deixou a tribuna. Disse que sempre lutou para chegar ao Executivo e falou sobre a nova responsabilidade. “Nós tivemos 39 outros ex-prefeitos que governaram nossa cidade, todos tiveram suas oportunidades. Deus e os eleitores me deram essa oportunidade e eu não posso decepciona-los, eu não tenho esse direito, eu não posso decepcionar a grande expectativa que está depositada no seio de cada um de Ribeirão Bonito”, disse.

Emocionado ainda mais ao comentar sobre os pais, José e Osvalda Campaner, de 98 e 94 anos de idade, Chiquinho disse que não pode envergonha-los. “Eu não tenho esse direito de envergonha-los e, acima de tudo, decepcionar a cada um de vocês de Ribeirão Bonito. Eu não tenho esse direito e isso eu não farei”, afirmou. Falou sobre as dificuldades que enfrentará na administração e disse que será possível corrigir os problemas da cidade a curto, médio e longo prazo.

Falando aos vereadores, disse que enxerga em cada parlamentar um colega e um esteio para “a grande transformação” do município. “Uma mudança, é o que o povo anseia, o povo clama de todos nós. Cada um de nós tem uma parcela dessa responsabilidade”, afirmou Chiquinho. “Vamos passar uma borracha nesse passado que ficou, vamos partir para um Ribeirão Bonito daqui para a frente. Não vamos ficar falando do passado, olhando no retrovisor. Isso não dá resultado”, pediu a todos.

O prefeito ainda pediu a união de esforços para a transformação da cidade e incluiu o único parlamentar eleito pelo grupo de oposição, Manoelito Gomes, ao que chamou de “Grupo Ribeirão Bonito”, e finalizou com um chamamento à sociedade. “Eu conclamo a cada um, vocês vereadores, vossas excelências, a população de Ribeirão Bonito, vamos fazer uma grande transformação e, quando irmos para fora, nos orgulharmos em dizer ‘sou de Ribeirão Bonito’”, concluiu.

Nenhum comentário: