Chiquinho Campaner fala à imprensa de Ribeirão Bonito

Prefeito falou sobre os principais assuntos no começo da administração 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Fotos: Marcel Rofeal/BMR
Em seu primeiro contato com a imprensa local, o prefeito de Ribeirão Bonito, Francisco José Campaner (PSDB), recebeu jornalistas no início da noite da última quinta-feira (26) em seu gabinete na Prefeitura. Por mais de duas horas, o chefe do Executivo falou sobre os primeiros dias de sua administração e não se esquivou de qualquer assunto. Ainda durante o encontro, Campaner disse que as mudanças que a população decidiu nas urnas irão refletir nos serviços públicos.

Chiquinho iniciou sua entrevista comentando sobre a situação econômica do Município e negou que tenha tido qualquer surpresa após a posse. Segundo ele, “há um descompasso e um certo desequilíbrio nas obrigações que foram saldadas e o fluxo de caixa”. “Quero que a prefeitura funcione”, afirmou. Em medidas de economia, o prefeito voltou a falar da redução dos salários aos assessores e das renegociações dos contratos com 35% de redução a fornecedores.

O prefeito também reafirmou a necessidade de se reajustar o valor da água no município, prevendo o mínimo de R$ 30. Segundo ele, a tabela com os valores já está pronta, mas isso só será implantado após a solução do problema de falta da água nos bairros Jardim Heliana I e II. De acordo com o chefe do Executivo, especialistas da Universidade de São Paulo (USP) estão desenvolvendo um estudo de forma voluntária no sentido de orientar e auxiliar nos estudos necessários.

Na Saúde, Chiquinho anunciou uma readequação nas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) que já devem resultar em uma economia de R$ 70 mil mensais. Profissionais e servidores da área foram dispensados, mas o prefeito afirma que o Município estará pronto para as possíveis ações judiciais em decorrência dessa medida. Segundo Chiquinho, a Prefeitura tem um quadro com mais de 440 servidores, mas que funcionaria com até 20% a menos.

A frota municipal tem recebido manutenção por meio de profissionais da própria cidade que vão até a Prefeitura com as suas ferramentas. Na Educação, Chiquinho disse que deve encaminhar à Câmara sua proposta de implantar uma escola técnica, e não de ensino básico, no prédio da Escola “Prefeito Rubens Gayoso Júnior”, no Jardim Centenário. A modalidade de compra da merenda escolar também será alterada. Até então, era comprado para um ano; agora, a cada dois meses.

Sobre a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), cujas obras estão interrompidas e as instalações se encontram abandonadas, Chiquinho anunciou que há tratativas avançadas junto ao Governo de São Paulo no sentido de que o Estado possa assumir as despesas com a recuperação da unidade. Ainda questionado sobre a polêmica discussão com dirigentes do Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região (Sismar), o prefeito voltou a esclarecer a situação.

Durante uma assembleia sindical, com cerca de 20 servidores públicos na noite da última segunda-feira (23), Chiquinho discutiu com membros do Sismar, que o acusaram de ameaçar e intimidar funcionários públicos. Na entrevista, Chiquinho reafirmou o que já havia dito em entrevista ao Jornal da Morada, com o jornalista José Carlos Magdalena na manhã de quarta-feira (25), e disse que não está fazendo nada de errado. “Aqui tem que ter quem manda”, afirmou.

Campaner também foi questionado sobre o estado de conservação da pavimentação em grande parte da cidade e anunciou que dará início a uma operação tapa-buraco tão logo o período de chuvas cesse. O chefe do Executivo ainda afirmou que já há um cronograma da operação, com as ruas prioritárias a receber os serviços, e destacou que o Município deve promover um amplo programa de recapeamento em cerca de seis meses, contemplando diversas regiões da cidade.

Ao comentar sobre a equipe de trabalho, Chiquinho Campaner elogiou a atuação de todos, em especial do assessor jurídico Leandro de Almeida Prado. O prefeito também destacou o papel dos vereadores que, segundo ele, compreendem a situação do Município. Em uma mensagem final à população, o chefe do Executivo pediu que acreditem na administração. “Vamos fazer uma nova Ribeirão Bonito. O ribeirão-bonitense terá orgulho de dizer que nasceu nesta cidade”, finalizou.
Chiquinho Campaner fala à imprensa de Ribeirão Bonito Chiquinho Campaner fala à imprensa de Ribeirão Bonito Reviewed by Marcel Rofeal on 12:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.