terça-feira, 14 de março de 2017

Água de Ribeirão Bonito repercute na imprensa regional

Prefeitura diz que tratamento teria sido retomado nesta segunda-feira 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Reprodução/EPTV
A polêmica do não tratamento da água para consumo humano em Ribeirão Bonito ganhou repercussão na mídia regional e a Prefeitura reiniciou nesta segunda-feira (13), após quase três meses, o tratamento nas represas que abastecem o município. O assunto foi levantado durante a sessão da Câmara da última segunda-feira (6), quando parlamentares questionaram a administração, mas o Legislativo se limitou a aguardar as providências por parte do Executivo.

Imediatamente após as declarações de vereadores em tribuna na Casa, a imprensa local repercutiu o caso. Laudos do Instituto Adolfo Lutz, de Ribeirão Preto, encaminhados à Vigilância Sanitária da cidade e à Prefeitura apontaram a presença da bactéria Escherichia Coli na água que chega aos moradores. Os documentos ainda apontam outras irregularidades e afirma que a qualidade da água de Ribeirão Bonito não seria satisfatória. O prefeito e chefes de duas pastas foram alertados.

Na manhã da última sexta-feira (10), o jornalista José Carlos Magdalena levantou a questão no Jornal da Morada e conversou ao vivo com o também jornalista de Ribeirão Bonito Pedro Sérgio Ronco. A equipe tentou contato com o prefeito ribeirão-bonitense, Francisco José Campaner (PSDB), mas não obteve sucesso. Ainda na manhã de sexta, uma equipe da EPTV Central, afiliada da Rede Globo, veio a Ribeirão Bonito, visitou uma das represas e conversou com moradores.

Segundo a Prefeitura, o prefeito Chiquinho Campaner decretou situação de emergência na sexta-feira para contratar uma empresa, em caráter emergencial, para a prestação do serviço de tratamento da água, que seria retomado já nesta segunda-feira (13). O contrato é por tempo indeterminado, até que o Município abra uma licitação para a contratação da empresa definitiva. A Câmara de Ribeirão Bonito deve retomar as discussões do tema na próxima segunda-feira (20).

Nenhum comentário: