Em Guarapiranga, marcas do Carnaval ainda são aparentes

Vândalos promoveram depredação durante folia na madrugada de terça 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Divulgação
Depois do encerramento do Carnaval 2017 de Ribeirão Bonito, ainda é possível encontrar os rastros da destruição provocada por atos de vandalismo registrados no distrito de Guarapiranga, a 12 quilômetros da cidade, na madrugada da última terça-feira (28). Infiltrados em meio a centenas que curtiram a noite de folia na localidade, vândalos aproveitaram para promover uma onda de depredação que resultou em uma série de prejuízos a moradores e aos cofres públicos.

Lixeiras foram danificadas, vidros de imóveis foram quebrados, e bancos da Praça São João Batista também sofreram avarias. O Salão Paroquial da comunidade, que está em reforma, voltou a ser atacado pelos vândalos e os vidros das janelas terão de ser trocados pela quinta vez desde o início das obras. Há pouco mais de uma semana, o BMR mostrou a indignação que tomou conta dos moradores depois que o imóvel foi depredado por três vezes desde o início das reformas.

Na madrugada da última terça, moradores testemunharam a ação dos vândalos. Era por volta das 3h quando a depredação teria começado. Ainda havia muita gente em torno da praça central do distrito, que recebeu a apresentação da Escola de Samba “Unidos de Ribeirão Bonito”. Os eventos oficiais, no entanto, foram concluídos por volta da meia-noite, mas muita gente continuou aglomerada pelas ruas. Segundo relatos, a ação foi causada por jovens; ninguém foi identificado.
Em Guarapiranga, marcas do Carnaval ainda são aparentes Em Guarapiranga, marcas do Carnaval ainda são aparentes Reviewed by Marcel Rofeal on 23:15 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.