quinta-feira, 6 de abril de 2017

Provedor pede apoio a auditoria nas contas da Santa Casa

Sete vereadores e advogado da Prefeitura participaram de reunião na 5ª

Blog Marcel Rofeal

Foto: Arquivo/BMR
Reunido com sete dos nove vereadores do município na tarde da última quinta-feira (30), o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Bonito, Marcel Rofeal, pediu apoio à Câmara e anunciou uma auditoria nas contas da entidade. De acordo com o provedor, o encontro também teve por objetivo buscar a intercessão dos parlamentares junto ao Poder Executivo, que rompeu diálogo com a entidade após uma reunião extraordinária realizada no dia 16 de março.

A reunião no escritório da Santa Casa foi marcada a pedido do próprio provedor junto ao presidente da Câmara, Dimas Tadeu Lima (DEM), e ainda contou com a presença do assessor jurídico da Prefeitura e consultor da entidade, o advogado Leandro de Almeida Prado. O encontro durou cerca de duas horas e abordou as principais dificuldades que a Santa Casa de Ribeirão Bonito tem enfrentado ultimamente, em especial no atraso de aportes financeiros por parte da Prefeitura.

Há cerca de seis anos, a Santa Casa e a Prefeitura de Ribeirão Bonito possuem um contrato de gestão em que o Município terceiriza à entidade a administração dos serviços de Saúde, o que inclui todas as unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) e o Pronto Socorro Municipal. Em meados de 2016, após variações nos repasses, esse contrato foi fixado no valor de R$ 394 mil, mas um termo aditivo assinado em novembro, no valor de R$ 163 mil, abriu um descompasso financeiro.

Durante o encontro, o provedor explanou aos parlamentares quais as providências que a Santa Casa está buscando para sanar as dificuldades financeiras, como ações e projetos para captar recursos, mas anunciou uma auditoria das contas para esclarecer um déficit financeiro inicialmente estimado em R$ 600 mil, mas que pode chegar a R$ 1,5 milhão. Para os vereadores, a ação é vista com bons olhos e o prefeito deve ser chamado para retomar o diálogo e ajudar a entidade.

Ouça íntegra da reunião:

Nenhum comentário: