Vereadores tentaram blindar Chiquinho por cargos para familiares

Três parlamentares votaram contra a abertura de uma Comissão Processante que decidirá sobre a cassação do prefeito em até 90 dias

Blog Marcel Rofeal

João Victor Borges, Eraldo Chiavoloni e Nelson de Souza tiveram familiares indicados por Chiquinho
Um compromisso pessoal que garantiu cargos para pessoas próximas levou três vereadores da Câmara de Ribeirão Bonito a tentarem blindar o prefeito Francisco José Campaner (PSDB) na votação que resultou na instauração de uma Comissão Processante (CP) no último dia 21 de agosto no Legislativo. As investigações devem ser concluídas em até 90 dias improrrogáveis e o relatório será submetido ao Plenário da Casa.

João Victor Machado Borges (PSB), eleito - em tese - pelo distrito de Guarapiranga, decidiu defender o chefe do Executivo depois que um processo seletivo sem divulgação beneficiou sua noiva, agora em estágio na Prefeitura de Ribeirão Bonito. O edital publicado no Portal do Município na internet previa a contratação de até três estagiários em Direito, mas apenas a noiva do parlamentar, que passou em segundo lugar na avaliação, acabou contratada.

Um dos  maiores críticos da administração na Casa, José Eraldo Chiavoloni (DEM) é casado com a chefe do Departamento de Educação. Segundo ele, a nomeação da esposa teria ocorrido contra a sua vontade, mas nos bastidores ele confessa que a mulher está feliz com o cargo, principalmente por poder "plantar flores nos jardins da escola". Chiavoloni também tem afirmado que não votaria contra Chiquinho em função do vice-prefeito Luiz Arnaldo de Oliveira Lucato (DEM), que é presidente do partido na cidade, por quem não teria muita simpatia.

Outro que está preso a um compromisso com o prefeito é Nelson de Souza (PSB), líder do Governo na Câmara. Nelsinho foi beneficiado com um cargo para um de seus filhos por intermédio do chefe do Executivo, o que estava acertado desde logo após a vitória nas urnas em outubro de 2016. Souza tem sido o maior defensor da administração na Casa e é usado por Chiquinho na linha de frente dos ataques contra os desafetos políticos do prefeito. Polêmico, o parlamentar foi eleito para, em tese, representar o conjunto de bairros conhecido por Malvinas, o mais populoso da cidade.
Vereadores tentaram blindar Chiquinho por cargos para familiares Vereadores tentaram blindar Chiquinho por cargos para familiares Reviewed by Marcel Rofeal on 15:35 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.