terça-feira, 16 de agosto de 2016

Mudança na coleta de lixo entra em vigor em Ribeirão Bonito

Desde esta segunda, coleta passa a ocorrer por três vezes na semana 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Arquivo/BMR
Entrou em vigor nesta segunda-feira (15) o decreto assinado há 10 dias pelo prefeito de Ribeirão Bonito que regulamenta o serviço de coleta de lixo domiciliar urbano no município. Com as novas normas em vigor, a coleta passa a ser promovida por apenas três vezes na semana. De acordo com o documento, publicado no Diário Oficial do Município na edição da última segunda-feira (8), a medida visa à economia de recursos públicos, organização e centralização do serviço.

O decreto foi assinado pelo chefe do Executivo, Wilson Forte Júnior (PMDB), no último dia 5 de agosto e dividiu opiniões. Moradores que criticaram a decisão alegaram que o município já sofre prejuízos por problemas com a limpeza pública. Outros, que concordaram com a medida, argumentam que não há necessidade de recolher o lixo doméstico diariamente, como era até então. A partir do decreto, a coleta passa a ocorrer semanalmente, às segundas, quartas e sextas-feiras.

Para a Prefeitura, que considerou o poder regulamentar que lhe é próprio de editar atos normativos, as novas medidas visam à organização do serviço público realizado pela administração, viabilizando maior eficiência da coleta, bem como a economia de recursos com a execução do serviço mais organizado e centralizado. Sem aterro sanitário próprio, o Município ainda enfrentará gastos com o encaminhamento dos resíduos sólidos para uma área disponibilizada no município de São Carlos.

Um comentário:

Cesar Gavioli disse...

De fato, ao se falar em economia de recursos tendo como meta investir em áreas mais necessitada do município, creio que todos concordam com tal decreto. Todavia, não nos permitamos esquecer da importância da conscientização da reciclagem do lixo como um todo e os benefícios que esta encadeia. Ainda e acredito de forma longeva que a luz que desintegra toda a impureza seja a educação, não falo da educação baseada em papeis e lápis (que são de capital importância), mas da florescência da inteligencia Divina dentro de cada Ser. Que possamos decretar isso em nossas vidas!