Construções de pórticos gera polêmica em Ribeirão Bonito

Obras custaram R$ 50 mil, mas convênio prevê repasses de R$ 250 mil 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Marcel Rofeal/BMR
Restando pouco menos de 15 dias para a conclusão do mandato, a primeira obra da administração de Wilson Forte Júnior (PMDB) foi concluída em Ribeirão Bonito. A construção de dois pórticos, nas duas principais entradas da cidade, gerou polêmica entre os moradores durante a semana. Além do valor investido nas obras, algo em torno de R$ 50 mil, a localização das estruturas não agradou. A obra faz parte de um convênio com o Governo Federal no valor de R$ 250 mil.

O convênio firmado entre a Prefeitura de Ribeirão Bonito e o Ministério do Turismo previu o repasse de R$ 243.750,00 com uma contrapartida de R$ 6.250,00 pelo Município para a construção de dois portais. A primeira parcela, de aproximadamente R$ 122 mil, foi liberada em abril deste ano. Para o Executivo, a obra “vai criar condições adequadas à satisfação dos visitantes” e o investimento deve beneficiar em torno de 10 mil visitantes por mês. Mas a população não se agradou com as obras.

Um dos pórticos foi instalado na Avenida Primavera, uma das principais vias de entrada da cidade, mas a estrutura não se encontra em boas condições. Para ler os dizeres do totem, é necessário inclinar a cabeça para a esquerda e os motoristas, nos primeiros dias, ainda corriam o risco de cair em um buraco logo ao lado da estrutura. Em apenas dois dias após a conclusão da implantação, moradores apontam a queda de diversas letras da placa, o que indica má qualidade do serviço.

Já no Jardim Centenário, um portal foi concluído na Avenida Irmãos Zeraik, mas na esquina com a Rua Alves Costa, em uma área limítrofe ao Centro. Para moradores, em ambos os pontos as instalações estão em locais inadequados. Os locais próprios seriam realmente nas entradas da cidade, ou seja, na Via de Acesso Domingos Caron, que liga a cidade à Rodovia SP-215, e no início da Rodovia Vicinal George de Almeida Freitas, que liga Ribeirão Bonito ao distrito de Guarapiranga.

Questionamento – De acordo com o Portal de Licitações da Prefeitura de Ribeirão Bonito, o contrato para a execução das obras foi orçado em cerca de R$ 50 mil, incluindo mão de obra e materiais. Por outro lado, o convênio com o Governo Federal para a mesma finalidade prevê investimentos de R$ 250 mil. Segundo informações, o Blog do Ronco deve encaminhar um questionamento oficial ao Executivo para esclarecer os detalhes do convênio e do contrato.
Construções de pórticos gera polêmica em Ribeirão Bonito Construções de pórticos gera polêmica em Ribeirão Bonito Reviewed by Marcel Rofeal on 14:30 Rating: 5

2 comentários:

Sergio Ronco disse...

Prezado Marcel, o Blog do Ronco protocolou hoje, sexta(16), na prefeitura de Ribeirão, um oficio respaldado pela Lei de Acesso à Informação(LAI), com perguntas pertinentes a essa verba recebida do Governo Federal e todos os detalhes mais, tais como: O valor total do convênio; O valor efetivo utilizado; Se houve devolução de recursos; Se houve, o porquê;Qual o valor exato do gasto com os 2 pórticos; Qual a empresa fabricante dos 2 pórticos; Qual a empresa que instalou os 2 pórticos; Qual o projetista dos 2 pórticos; Qual a garantia oferecida pelo fabricante dos 2 pórticos. Espero que dentro do que prevê a LAI, logo teremos as respostas, afinal é de interesse público. Abraço!

Valdir disse...

a cidade cheia de buracos (um deles está aberto há mais de seis meses ao lado a igreja de são benedito) e a cidade gasta pra fazer pórticos? quer "criar condições adequadas à satisfação dos visitantes", arrumem os buracos, criem um plano decente para incentivar o turismo, depois pensem em pórticos

Tecnologia do Blogger.