sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Vandalismo revolta moradores no distrito de Guarapiranga

População local cobra implantação da Guarda Municipal e providências 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Divulgação
Ações de vândalos tem preocupado e revoltado moradores do distrito de Guarapiranga, que fica a 12 quilômetros de Ribeirão Bonito. Nesta quinta-feira (23), vidros do Salão Paroquial da Comunidade de São João Batista foram quebrados e, de acordo com o diácono local, é a terceira vez que a ocorrência é registrada. Por meio de rede social, o religioso se mostrou indignado e moradores cobram o Poder Público sobre a falta de atenção e de segurança no distrito.

De acordo com o diácono Francileudo Gomes Oliveira de Larceda, o Salão Paroquial da comunidade está em reformas e é a terceira vez que os vidros recém instalados serão substituídos devido à ação de vândalos. “Olha aí, pela terceira vez troco os vidros do Salão Paroquial e os vândalos quebram. Bancos da Praça são quebrados e não aparecem os nomes dos vândalos”, desabafou o religioso por meio de sua conta em uma rede social. A publicação também cobrou autoridades.

Não só o prefeito Francisco José Campaner (PSDB), mas também o vereador eleito pelo distrito, João Victor Machado Borges (PSB) e a comissão que representa os moradores foram acionados. “Segurança está um caos, a Guarda Municipal nunca vai vir e ninguém toma providência. É caótica a situação”, reforça Lacerda. “A respeito do salão, vou tirar todos os vidros e fechar de tijolos. Não aguento mais comprar todo mês vidros para repor e os vândalos quebrarem”, concluiu.

Nenhum comentário: