Câmara de Ribeirão Bonito impede manobra de Chiquinho para desviar recursos da Educação

Prefeito de Ribeirão Bonito queria usar R$ 395 mil, destinados à melhoria de escolas públicas do Município, para recapeamento, já contemplado por emenda

Armandinho, João Victor, Galego, Nelsinho e Tuca votaram contra a proposta do Executivo (Blog Marcel Rofeal)
Por cinco votos a três, a Câmara de Ribeirão Bonito impediu que o prefeito Francisco José Campaner (PSDB) promovesse mais um atentado contra a Educação do Município. Os vereadores rejeitaram o projeto de lei que permitiria ao chefe do Executivo desviar pouco menos de R$ 400 mil de um fundo exclusivo para investimentos em Educação e aplicar em obras de infraestrutura urbana, como recape de vias públicas. Atualmente, a Prefeitura conta com cerca de R$ 7,4 milhões em caixa, sendo algo em torno de R$ 5 milhões, de acordo com vereadores, exclusivos para a pasta da Educação.

No início do ano, alegando dificuldades financeiras e escassez de recursos, Chiquinho Campaner suspendeu a compra de apostilas para uso em salas de aula e impediu as aquisição e distribuição dos uniformes para crianças e adolescentes matriculados na Rede Pública Municipal. O prefeito também determinou cortes na merenda escolar e proibiu que professores e funcionários públicos, servidores das unidades de ensino, consumissem alimentos nas escolas durante o intervalo. Também por falta de recursos, segundo o prefeito, nem produtos de higiene, como papel higiênico, eram distribuídos.

A mesma falta de recursos alegada por Campaner obrigou que os próprios funcionários das escolas públicas comprassem materiais para uso coletivo nas salas de aula e para a limpeza das unidades. Até mesmo galões de água chegaram a ser comprados por meio de rateios entre diretores e coordenadores de escolas, professores e até alunos. No entanto, Chiquinho Campaner omitiu uma informação muito importante para a população. Ele assumiu a Prefeitura com cerca de R$ 4,3 milhões em caixa, sendo cerca de R$ 2,5 milhões para a Educação. A informação está no Portal da Prefeitura na internet.

Eraldo, Manezinho - que é de oposição - e Reginho - único do partido do prefeito - votaram a favor (Blog Marcel Rofeal)
Outro agravante foi levantado durante a discussão do projeto na Câmara. De acordo com vereadores, com a aprovação do projeto, o Município correria o risco de perder um valor de aproximadamente R$ 300 mil, oriundos de emenda parlamentar do deputado federal Tiririca (PR), com a finalidade exata e precisamente de investimento em obras de infraestrutura urbana, como pavimentação e recapeamento em ruas da cidade. Apenas os vereadores José Eraldo Chiavoloni (DEM), Manoelito da Silva Gomes (PTB) e Regivaldo Rodrigues da Silva (PSDB) votaram favoráveis a mais esse ataque à Educação.

Entre os parlamentares contrários à proposta, Armando Luís Lombardo Simões (PODE), Leandro Donizette Mascaro e Valdinei de Oliveira (DEM) contaram sobre suas visitas a escolas, ocasião em que encontraram estruturas em condições precárias e detectaram diversos outros problemas, além de ouvirem os relatos dos profissionais sobre uma série de dificuldades. Também contrários ao projeto, João Victor Machado Borges e Nelson de Souza (PSB) surpreenderam quem acompanhava a sessão e até alguns colegas. Os dois vereadores integram a tropa de choque que tenta blindar o prefeito.
Câmara de Ribeirão Bonito impede manobra de Chiquinho para desviar recursos da Educação Câmara de Ribeirão Bonito impede manobra de Chiquinho para desviar recursos da Educação Reviewed by Marcel Rofeal on 05:30 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.