Utilidade Pública: Inscrições abertas para curso preparatório para quem pretende adotar

Iniciativa do Tribunal de Justiça promove palestra e orientações em Ribeirão Bonito entre os dias 27 e 28 de novembro

Interessados poderão se inscrever até 18 de novembro, das 12h30 às 19h, no Cartório do Judiciário (Arquivo/BMR)
Até o fim do mês passado, segundo dados do Conselho Nacional de Justiça, era de quase 8 mil o número de crianças e adolescentes à espera por adoção em todo o país. Por outro lado, mais de 41 mil pessoas aguardavam na "fila" para adoção. Nesse descompasso, estão requisitos como cor, idade e a existência de irmãos. Para facilitar o Cadastro Nacional de Adoção, que reúne informações sobre interessados em adotar e crianças à espera de adoção, o CNJ tem estudado sugestões apresentadas em cinco encontros de juízes, promotores e técnicos de infância de todo o Brasil.

Segundo o CNJ, uma das sugestões de modernização do Cadastro é incluir fotos, vídeos, cartas e até desenhos de crianças e adolescentes que esperam por adoção, especialmente daqueles que não tiveram pretendentes em buscas anteriores. O modelo está embasado nas experiências de tribunais que estimularam a adoção de crianças com mais de sete anos de idade, com irmãos ou com deficiência, por exemplo. Dados ainda mostram que 80% dos pretendentes buscam por crianças com até cinco anos de idade, enquanto 26% das crianças que aguardam adoção estão nessa faixa etária.

Também de acordo com o CNJ, mais de 80% dos pretendentes buscam por crianças brancas - que não chegam a 40% das que aguardam por adoção -, enquanto que, das crianças à espera de adoção, 50% são pardas e quase 20% negras. No quesito idade, 52% de crianças e adolescentes cadastrados têm de 11 a 17 anos, perfil procurado por apenas 2% dos pretendentes. Os perfis mais procurados são das crianças de 3 a 5 anos, opção de quase 50% dos pretendentes, seguido por crianças de até 2 anos, que são procurados por mais de 30% dos interessados, e de 6 a 10 anos, perfil preferencial para 20%.

Outro quesito importante no descompasso entre procura e realidade está o fato de a criança ter irmão. Segundo o CNJ, 60% das crianças cadastradas têm irmãos, mas pouco mais de 30% dos interessados procuram por esse perfil. Quase 70% dos pretendentes procuram por crianças sem irmãos, que são 40% dos cadastrados. Para esclarecer dúvidas e desmistificar algumas informações a respeito do tema, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo está oferecendo um Curso Preparatório para Pretendentes à Adoção, cujas inscrições foram abertas nesta quarta-feira (18).

Em Ribeirão Bonito, as inscrições seguem abertas até o dia 18 de novembro e as vagas são limitadas. O curso será realizado nos dias 27 e 28 de novembro, das 13h às 17h, e será ministrado por técnicos de Psicologia e do Serviço Social. Segundo a Vara Única da Comarca de Ribeirão Bonito, o curso é voltado para os interessados em fazer parte do Cadastro de Pretendentes à Adoção e salienta que é importante fazer o curso preparatório. As inscrições devem ser feitas no Cartório da Vara Única à Rua Governador Pedro de Toledo, 231, das 12h30 às 19h. Mais detalhes: (16) 3344-3040 / 3344-1160.
Utilidade Pública: Inscrições abertas para curso preparatório para quem pretende adotar Utilidade Pública: Inscrições abertas para curso preparatório para quem pretende adotar Reviewed by Marcel Rofeal on 01:30 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.