domingo, 22 de fevereiro de 2015

Utilidade Pública | Como evitar a proliferação da Dengue

Departamento de Saúde de Ribeirão Bonito divulga dicas à população 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Reprodução
Após a confirmação dos primeiros casos de Dengue neste ano em Ribeirão Bonito, o Departamento Municipal de Saúde intensificou medidas pontuais de prevenção e combate aos criadouros do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da doença, tanto no município quanto no distrito de Guarapiranga. Ao todo, cerca de 40 profissionais, entre agentes comunitários e funcionários contratados em caráter emergencial, promovem visitas, inspeções e nebulização.

Entre as ações de prevenção ao mosquito da Dengue, está o trabalho de orientação da população no sentindo de conscientizar os moradores sobre medidas simples que podem evitar a proliferação do mosquito. “No verão, as temperaturas sobem e as chuvas aumentam. Essa mistura de calor e umidade forma um ambiente ideal para a proliferação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da Dengue”, afirma o comunicado. Segundo o órgão, as atenções devem ser redobradas.

De acordo com o Departamento de Saúde, algumas dicas simples a serem seguidas podem evitar novos casos da doença, como: manter bem tampados caixas, tonéis e barris de água; colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira sempre bem fechada; não jogar lixo em terrenos baldios; se for guardar garrafas de vidro ou plástico, manter sempre a boca para baixo; não deixar água da chuva acumulada sobre a laje; e encher os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.

Outros cuidados também são importantes, como: ao guardar pneus velhos em casa, retirar toda água e mantê-los em locais cobertos, protegidos da chuva; limpar calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água; lavar com frequência, com água e sabão, os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez  por semana; lavar os vasos de plantas aquáticos com água e sabão toda semana e trocar a água desses vasos com frequência.

Nenhum comentário: