quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016 começa nesta 4ª

Objetivo é assegurar direito ao saneamento básico a todas as pessoas 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Reprodução
Começa nesta quarta-feira (10) a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, cujo objetivo é debater as questões relativas ao saneamento básico, desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida aos cidadãos. Neste ano, pela primeira vez na história da Campanha, a CFE contará com uma parceria com a Misereor, entidade episcopal da Igreja Católica na Alemanha que trabalha na cooperação para o desenvolvimento na Ásia, na África e também na América Latina.

Neste ano, o tema da Campanha será “Casa comum, nossa responsabilidade”, com o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24). Entre os oito objetivos específicos que regem a CFE 2016 estão o apoio e incentivo aos municípios à elaboração e execução do Plano Municipal de Saneamento Básico e o acompanhamento de todo este processo, e estimular o conhecimento da realidade local em relação aos serviços de saneamento básico.

Em Ribeirão Bonito, a Prefeitura apresentou em novembro o Plano Municipal de Saneamento Básico que estabelecem as prioridades, diretrizes e metas para os próximos 20 anos com base em quatro eixos de saneamento: abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e manejo de águas pluviais. A cada quatro anos, uma comissão deve reanalisar o PMSB abrangendo todo o município e criando mecanismos de gestão pública de infraestrutura.

Ainda em Ribeirão Bonito, a Campanha da Fraternidade Ecumênica, que será aberta oficialmente na celebração da Quarta-Feira de Cinzas na Igreja Matriz, a partir das 19 horas, será apresentada em síntese aos fiéis e os objetivos serão trabalhados semanalmente, durante todo período quaresmal, às missas dominicais. Segundo a coordenação da CFE na cidade, a intenção é focar os problemas da cidade quanto ao saneamento básico, mas buscar desenvolver a consciência dos fiéis.

Nenhum comentário: